X

Últimas Notícias

5 dicas para o tratamento da água da sua piscina

Dicas para tratar a água da sua piscina

Piscina é diversão e saúde! Porém, é importante dar atenção ao tratamento da água da sua piscina, pois a falta de cuidados com ela pode trazer consequências negativas para sua saúde. Irritação nos olhos e nas mucosas, ressecamentos da pele e dos cabelos e problemas alérgicos são apenas alguns exemplos.

Por isso, é necessário ficar sempre por dentro das melhores dicas para o tratamento da água da sua piscina. Este artigo certamente ajudará você em relação a isso. Nele, apresentaremos 5 dicas para o correto tratamento da água da sua piscina. Confira!

  1. A aparência da água não é tudo

Muitas pessoas pensam que a água estar com boa aparência significa que ela está saudável. Porém, nem sempre isso é verdade. É possível que, apesar de parecer “bonita” e cristalina, a água esteja cheia de microorganismos nocivos a nossa saúde, com o risco de causar infecções, micoses ou até mesmo doenças aos usuários.

Por isso, o tratamento da água deve ser feito pensando não apenas na aparência, mas também em eliminar vírus, bactérias e outros microorganismos nocivos a nossa saúde.

  1. Mantenha o pH e alcalinidade corretos

O pH e a alcalinidade de uma piscina merecem muita atenção.

Para que a água esteja saudável, o pH deve permanecer entre 7,2 e 7,8. Em níveis abaixo ou acima desta faixa, podem surgir problemas como irritações nas mucosas e olhos dos banhistas, água turva ou até mesmo corrosão e danos nos componentes da piscina.

No caso da alcalinidade, recomenda-se que ela esteja sempre entre 80 e 120 ppm. Fora desta faixa torna-se difícil regular o pH da água, e outros problemas como água turva podem ocorrer.

  1. Cuidado com as cloraminas

Ao cumprir seu papel de limpeza da água, o cloro se combina com diversas impurezas e forma o “cloro combinado” – a cloramina. E apesar de ser desconhecida por muitos, os seus efeitos são sentidos por todos: ardência nos olhos, ressecamento da pele e cabelos, cheiro forte, agravamento de alergias e problemas respiratórios.

Por isso, em uma piscina saudável não há espaço para cloraminas. Uma boa opção para que a água fique livre deste problema é o Ozônio para piscina, pois ele é capaz de eliminar as cloraminas.

  1. Filtrar a água da piscina é fundamental

A filtração é fundamental para o tratamento da piscina, pois é ela que retém as impurezas da água. Por isto, recomenda-se filtrar a piscina todos os dias, pelo tempo suficiente para que toda a água passe pelo filtro.

Para ter mais praticidade e não esquecer de filtrar a piscina, uma boa solução é utilizar um timer que permita ligar e desligar a motobomba automaticamente nos horários programados.

Além disso, deve-se retrolavar o filtro periodicamente, pois desta forma as impurezas que ficaram retidas nele são eliminadas para o esgoto.

  1. Lembre-se de fazer o tratamento da água com frequência

Muitas pessoas até sabem os passos para tratar corretamente sua piscina, porém a deixam longos períodos sem cuidado. Dessa forma, a água acaba ficando suja e inadequada para o uso, e muito trabalho (e gasto!) será necessário para torná-la bonita e saudável novamente.

Por isso, é preciso compreender que o tratamento deve ser feito com frequência.]

Conclusão

Naturalmente, existem outros aspectos que merecem atenção. Porém, seguir essas 5 dicas em relação ao tratamento da água da sua piscina já é um grande passo para mantê-la limpa e saudável. Por isso, jamais deixe de levá-las em consideração na hora de tratar a água da sua piscina.

Gostou do nosso conteúdo sobre dicas para o tratamento da água? Então aproveite para conferir também este outro artigo que mostra algumas dicas de conservação para a sua piscina!

Siga a Q1 nas redes sociais

Facebook

Instagram

Youtube