X

Últimas Notícias

CONHEÇA OS PERIGOS DAS PISCINAS SEM CLORO!

As piscinas são uma verdadeira paixão para muita gente, seja apenas para relaxar na água ou para praticar alguma atividade esportiva, como a natação, que é um dos esportes mais apreciados por pessoas de todas as idades. No entanto, os momentos de lazer e diversão nas piscinas podem acabar se transformando em um problema quando o tratamento da água não é o mais adequado.

Sendo assim, independentemente do lugar, é crucial ficar atento a esse detalhe, pois mesmo em spas e clubes, por exemplo, é comum que ocorram transtornos dessa natureza. Para evitar esse tipo de coisa, é fundamental conhecer os perigos nas piscinas que não utilizam o cloro.
Nesse sentido, é importante ter em mente que não é o cloro em si que deixa a água com um cheiro forte e causa irritações, alergias e outros problemas. Na verdade, as responsáveis por isso são as cloraminas, que são substâncias formadas pela ação do cloro com materiais orgânicos presentes na água, como a urina e o suor. Dessa maneira, o correto é usar o cloro (na medida certa) em conjunto com outro tipo de tratamento que seja eficiente no combate às cloraminas, sendo que o mais indicado atualmente é o Ozônio para piscina.

NEM TODOS TRATAMENTOS SÃO TÃO EFICIENTES QUANTO PARECEM

Hoje há no mercado diversas opções para o tratamento da água das piscinas, cada um com características diferentes. Contudo, é importante ficar atento, pois todos os tratamentos alternativos tem algo em comum: nenhum deles é capaz de substituir 100% o cloro. Equipamentos como ionizadores ou lâmpadas UVC não possuem ação oxidante, então não são capazes de limpar a água por completo e precisam do cloro ou outro oxidante. Por outro lado, o ozônio possui uma excelente ação oxidante, mas logo após agir volta à forma de oxigênio, sem deixar resíduos na água. Então, é importante também usar o cloro, para proteger a água que ainda não entrou em contato com o ozônio.

Mas se todos os tratamentos alternativos precisam também do cloro, qual a vantagem de usar ozônio? Uma que faz toda a diferença: ozônio é o único tratamento que consegue destruir de verdade as cloraminas, as vilãs das piscinas.

QUAL O MELHOR TRATAMENTO PARA USAR EM CONJUNTO COM O CLORO?

Por ter um grande poder de oxidação e ser extremamente eficiente no combate a diversos tipos de microorganismos, como bactérias, vírus e fungos, o Ozônio apresenta-se como uma excelente alternativa para o tratamento da água. Além de deixar a água com uma boa aparência, ele também elimina as cloraminas, deixando a piscina efetivamente livre de substâncias que causem alergias, irritações e ressecamento na pele e no cabelo.

E, além de ser o tratamento alternativo mais completo disponível hoje, ele não deixa nenhum resíduo prejudicial ao meio ambiente. Após combater os agentes prejudiciais na água, ele sempre volta à forma de oxigênio – pois foi justamente a partir do oxigênio que ele foi gerado.

Fale com a Q1 Ambiental e conheça o melhor gerador de ozônio para sua piscina!

Visite nosso site: www.q1a.com.br