X

Últimas Notícias

Uso da Ozonioterapia é aprovado no Senado

A maioria dos artigos publicados aqui no blog da Q1 Ambiental destaca os benefícios do Ozônio para piscina no tratamento da água, pois ele combate de maneira extremamente eficiente todos os agentes – incluindo as cloraminas – que podem gerar problemas à saúde dos usuários. Todavia, no texto de hoje, embora o Ozônio continue sendo o protagonista, o assunto nada tem a ver com piscinas, mas sim com a aprovação, por parte do Senado Federal, do uso da Ozonioterapia.

A decisão de aprovar o uso da Ozonioterapia, que foi tomada pela (CAS) Comissão de Assuntos Sociais no dia 18 de outubro de 2017 de forma unânime, abre as portas para que esse tipo de tratamento seja implementado no Brasil de maneira oficial. Isso porque, embora ele seja adotado no país desde 1975, acontece apenas de maneira experimental, pois não é reconhecido pelo CFM (Conselho Federal de Medicina).

Caso seja mantida, essa decisão do Senado regulamentará a prescrição da Ozonioterapia em todo o Brasil. Contudo, ainda cabe recurso para que haja votação em plenário, sendo que o projeto de lei tem que ser aprovado também na Câmara dos Deputados e, caso isso ocorra, dependerá ainda da sanção presidencial para que possa entrar em vigor.

A Ozonioterapia é um tratamento médico complementar que utiliza a aplicação de Ozônio e Oxigênio com intuito terapêutico diante da ocorrência de algumas doenças, especialmente as inflamatórias, circulatórias e infecciosas.

Ou seja, além de ter o poder de deixar a água da sua piscina limpa e saudável, o Ozônio também pode ser utilizado no tratamento de diversas enfermidades, o que mostra como ele é poderoso.

Por isso, se você quer manter a água da sua piscina sempre livre de todas as impurezas, utilize o gerador de Ozônio da Q1 Ambiental! Para saber mais detalhes, entre em contato conosco e siga nossa página no Facebook para acompanhar todos os nossos conteúdos com mais praticidade!